RJ: estado registra abertura de 72.894 novas empresas em 2021 e atinge recorde histórico

Após um período muito desafiador para os empreendedores, 2021 trouxe alívio com o começo da vacinação da população brasileira e flexibilização da abertura do comércio, fatores que influenciaram, entre outros, para a quantidade de novas empresas abertas no território fluminense no último ano.

A Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja) registrou a abertura de 72.894 empresas apenas no ano passado, alcançando um recorde histórico nunca antes visto nos 208 anos da junta, vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais.

O resultado revela aumento de 35% em relação ao número de empresas abertas em 2020 (53.883) e de 23% em comparação a 2019 (58.908), ano anterior à pandemia da covid-19. A maior parte das 72.894 novas empresas é do setor de serviços, destacando tecnologia da informação (TI), gastronomia e vestuário para venda no comércio.

Empreendedorismo como alternativa ao desemprego

O presidente da Jucerja, Sérgio Romay, explicou em entrevista à Agência Brasil nesta terça-feira (4), que o resultado reflete uma soma de fatores. “Depois da pandemia, muita gente perdeu seus empregos. Alguns decidiram ser empreendedores. O próprio Estado tem ajudado muito, através da Agência Estadual de Fomento (AgeRio) e alguns empresários optaram por fazer seus investimentos e partir para uma carreira de empreendedor”.

Para o governador Cláudio Castro, o recorde é mais uma prova da retomada do crescimento do estado. “O Rio de Janeiro vive um novo momento. A recuperação econômica é hoje uma realidade em todo o território fluminense”.

Sérgio Romay revelou que o número de empresas que fecharam as portas no ano passado chegou a 27.644, se mantendo estável: “o número de empresas que fecharam se manteve no mesmo patamar dos dois últimos anos”. Em 2020, foram extintos 27.367 negócios e em 2019, 27.159.

Desburocratização e facilitação dos procedimentos

Segundo Sérgio Romay, a agilidade na abertura de empresas tem contribuído também para o crescimento. A média de tempo para isso também melhorou em relação à do ano anterior e segue dentro da meta estabelecida pelo governo fluminense, de até duas horas. Em 2021, a média ficou em 40 minutos, um minuto a menos do que em 2020.

Alvará Automatizado

A Jucerja também fechou o ano de 2021 com mais 15 municípios integrados ao Alvará Automatizado, totalizando 68 cidades com o convênio. A ferramenta ajuda empresários a já sair da junta comercial com todas as licenças, desburocratizando e simplificando os entraves para o empreendedor.

O objetivo da Jucerja é levar o Alvará Automatizado para os 24 municípios fluminenses restantes, de modo a cobrir todas as 92 cidades do estado. 
Fonte: Contábeis | 05/01/2022