PIS/Pasep: Saiba quem tem direito e como realizar o saque

Trabalhadores que exerceram atividade profissional, tanto como servidor público quanto na iniciativa privada, de carteira assinada entre os anos de 1971 e 1988 podem ter valores inativos a serem sacados relativos às cotas do PIS/Pasep.

As cotas do PIS/Pasep diferem da modalidade atual de distribuição, o abono salarial PIS/Pasep. 

O abono abrange os trabalhadores que fazem parte do programa há pelo menos cinco anos e tem a média salarial de até dois salários mínimos.

A Caixa Econômica anunciou um montante de R$ 22,8 bilhões, inativos na instituição.

Os trabalhadores têm até o mês de maio de 2025 para sacar o valor, após o final do prazo, os recursos serão destinados aos cofres da União.

Como realizar o saque dos valores?

Existem duas formas de sacar o benefício:

Utilizar a senha e o Cartão Cidadão

O saque por esse meio possui um limite de R$ 3 mil, e pode ser realizado em qualquer terminal de autoatendimento Caixa, casas lotéricas ou Correspondente Caixa Aqui.

Agências Caixa

Compareça a uma agência da Caixa com documento oficial de identificação. 

Se o titular das cotas já tiver falecido, o herdeiro ou dependente legal pode resgatar o benefício.

Desse modo, a pessoa terá que comprovar a causa da morte e o vínculo com o falecido, apresentando a certidão de óbito e o documento comprobatório do parentesco.

Dica Extra do Jornal Contábil: Você gostaria de trabalhar com o Departamento Pessoal?

Já percebeu as oportunidades que essa área proporciona?

Conheça o programa completo que ensina todas as etapas do DP, desde entender os Conceitos, Regras, Normas e Leis que regem a área, até as rotinas e procedimentos como Admissão, Demissão, eSocial, FGTS, Férias, 13o Salário e tudo mais que você precisa dominar para atuar na área.

Fonte: JornalContábil | 01/10/2021