Projeto ensina e incentiva mulheres a empreender

A Caravana do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que oferece créditos bancários, desenvolveu um projeto com foco nas mulheres que não têm renda própria. Contudo, também há orientações para quem já tem uma empresa e deseja crescer mais.

Para isso, a instituição capacita mulheres com o intuito de ampliar seus conhecimentos para que possam ajudar aquelas que ainda não são empreendedoras mas que tem o desejo de ter o seu próprio negócio, divulgando a carta de crédito e os cursos que o Sebrae oferece.

Independência Financeira

Quem esteve na caravana pode receber atendimento médico, participar de atividades culturais e consultar as vagas de emprego disponíveis, além de ter acesso a ofertas de crédito disponíveis por meio do Banco do Brasil ou pela Caixa Econômica Federal.

Daniela Marques, secretária de produtividade e competitividade do Ministério da Economia, destacou que o programa para elas contribui na autonomia das mulheres, inclusive as vítimas de violência doméstica, já que cerca de 80% das mulheres que são vítimas de violência não têm independência financeira. Portanto, quando a mulher alcança a independência financeira ela conquista a liberdade.

Auxílio Brasil

O ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, pontuou que as mulheres empreendem e ainda assim continuar a receber o Auxílio Brasil. Como beneficiária do programa social, ela pode desenvolver uma microempresa individual e ainda assim continuar recebendo o auxílio.

A iniciativa é uma parceria dos ministérios da cidadania, da economia e da mulher, da família e dos direitos humanos e das empresas do grupo S como Sebrae, Senai e Sesc, além dos bancos públicos e dos governos estaduais e municipais.

Crescimento

De acordo com o Sebrae Rio, em 2020, foram abertos em todo o Brasil, 8,1 milhões de novos pequenos negócios. Já em 2021, esse número aumentou para 10,5 milhões. E em 2022, apenas no primeiro trimestre, foram abertas 1,2 milhão de micro e pequenas empresas.

Fonte: SeuCreditoDigital | 27/06/2022