DECLARAÇÃO SIMPLIFICADA OU COMPLETA DE IMPOSTO DE RENDA: QUAL É A MELHOR OPÇÃO PARA VOCÊ?

A Declaração de imposto de renda é obrigatória para aqueles que tiveram rendimentos anuais maiores que R$ 28.559,70,além de outros critérios como: Quem movimentou um valor superior a R$ 40 mil na bolsa de valores.

Quem teve receita bruta anual de atividade rural maior que R$ 142.798,50; estrangeiro que se mudou para o Brasil em qualquer mês do ano de 2023 e permaneceu até 31 de dezembro, entre outros. Para realizar a declaração de imposto de renda, os contribuintes têm duas opções: a declaração simplificada e a declaração completa.

Declaração simplificada
A declaração simplificada é a opção mais simples e rápida de declarar o imposto de renda. Ela permite que o contribuinte aproveite um abatimento padrão de 20% sobre a soma de todos os rendimentos tributáveis recebidos ao longo do ano-base. Esse abatimento é limitado a R$ 16.754,34.

 

A declaração simplificada é indicada para quem não possui muitas despesas dedutíveis e possui apenas uma fonte de renda.

 

Declaração completa


A declaração completa permite que o contribuinte aproveite todas as despesas dedutíveis que são permitidas pela legislação. A declaração completa é indicada para quem possui muitas despesas dedutíveis, como dependentes, gastos com educação e saúde. Ela também é uma boa opção para quem tem mais de uma fonte de renda. As principais despesas que podem ser deduzidas são:

Pagamentos com educação, como mensalidades escolares, faculdade e cursos técnicos;
Pagamentos com saúde, como consultas médicas, exames e cirurgias;
Pagamentos com dependentes, como despesas com saúde e educação;
Contribuições para a previdência privada;
.
O que pode ser deduzido da declaração?


Entre as despesas que podem ser deduzidas da declaração se destacam as apresentadas abaixo:

Saúde: despesas médicas podem ser deduzidas integralmente e sem limite de valor.
Educação: gastos com matrículas e mensalidades de escolas e faculdades têm um limite anual de R$ 3.561,50 por pessoa (contribuinte, dependente ou beneficiário de pensão alimentícia)
Dependentes: cada dependente também dá direito a um abatimento no IR, no valor de R$ 2.275,08 por pessoa. Não há limite para inclusão de dependentes na declaração, desde que devidamente comprovados
Previdência privada: contribuição para plano do tipo PGBL pode ser abatida até o limite de 12% da renda.
Pensão Alimentícia: pode ser deduzida desde que a pensão tenha sido definida através de uma decisão judicial ou por escritura pública (extrajudicial).
Livro-caixa: profissional autônomo pode ser incluído como dedução integral.

É importante lembrar que o contribuinte não precisa se preocupar em fazer a escolha certa antes de iniciar a declaração. Basta ir preenchendo as informações pedidas, incluindo todos os gastos dedutíveis, que o próprio programa da Receita mostra em qual opção você terá menos imposto a pagar ou mais imposto a receber.

Fonte: Jornal Contábi

Fique sempre em dia!

Obrigações do dia: 29/Fevereiro/2024 – 5ª Feira.

Obrigações do dia: IPI | DIF-Papel Imune.

Obrigações do dia: COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças.

Obrigações do dia: IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.

Obrigações do dia: IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral.

Últimas Notícias

Governo espera confirmação da arrecadação extra para definir reajuste salarial

Em um encontro com líderes sindicais que representam as categorias de servidores públicos federais, o secretário de Rela&ccedi [...]

Saiba mais   

Deflação de -0,52% do IGP-M traz alívio no preço dos alimentos e estabilidade no poder de compra

A variação de −0,52% do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) em fevereiro, trouxe alívio no pre& [...]

Saiba mais   

Aceleração da prévia da inflação em fevereiro: mensalidades escolares registram alta

A prévia da inflação oficial do Brasil, o IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15), aumentou s [...]

Saiba mais   
Todas as Notícias